calendar_today janeiro 11, 2021 person Portal Maloca mode_comment 0

 

“Kuiá – música e identidade étnica” une pesquisa acadêmica e música indígena, fruto de um mergulho na complexidade artística dos povos originários e da percepção da música como um recurso para a reafirmação de uma identidade coletiva Inhãa-bé, o projeto promove a gravação do primeiro DVD do grupo musical Kuiá,  dia 4 de fevereiro, no Centro Cultural dos Povos da Amazônia, bairro Crespo, zona Sul de Manaus.

O Kuiá é formado por crianças e adolescentes indígenas das etnias Sateré Mawé e Tikuna, da Aldeia Inhãa-bé, localizada no Igarapé do Tiú, rio Tarumã-Açu, tem cerca de 8 anos de existência e batalha arduamente em prol do desenvolvimento artístico das crianças e adolescentes da aldeia e perpetuação das línguas Tikuna e Sateré-Mawé.

O grupo é formado por Puremanã, Y’y, Yauatuna, Hamã e Eliezio, e é acompanhado no gambá e chocalhos pelos pais, cuidadores e lideranças da Aldeia, Yrá e Pedro Hamaw. Os artistas apresentam suas canções em Tikuna, Sateré-Mawé e português, acompanhados por instrumentos percussivos representativos das sonoridades das respectivas etnias.

 

 

É interessante como esse olhar cuidadoso do projeto sob essa aldeia, criada a partir do deslocamento de famílias Sateré Mawé que ao logo do seu processo de formação e desenvolvimento agregou outras etnias – como a Tikuna, chama atenção para o viés indentitário da música indígena e como foi essencial esse aspecto na formação da Aldeia Inhãa-bé.

A música como uma estratégia de perpetuação das tradições e línguas maternas proporcionou que crianças, falantes do português e aprendizes das línguas Tikuna e Sateré, tivessem a oportunidade de falar tais línguas através da música cantada, assimilando sua dicção, significado e perpetuando a tradição.

 

“Kuiá – música e identidade étnica”

 

A produção do DVD do grupo é um dos resultados do projeto “Kuiá – música e identidade étnica”, contemplado pelo edital Prêmio Feliciano Lana, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa com recursos da Lei Aldir Blanc. O projeto também prevê a publicação de um livro baseado na dissertação de mestrado da autoria e proponente do projeto, Carolina Bertolini.

O DVD e o livro ganharão uma pequena tiragem de exemplares físicos, dos quais a maior parte será destinada ao próprio grupo e aldeia, além de alguns exemplares que vão ser doados a escolas e biblioteca públicas de Manaus. O conteúdo digital do DVD e áudio do show serão disponibilizados em plataformas de streaming, como YouTube e Spotify, e o livro digitalmente e de forma gratuita.

 

 

Redes sociais

 

O perfil do Kuiá no Facebook é www.facebook.com/grupokuia

 

 

Veja também: Portal Maloca – ‘Academia dos Saberes Ancestrais’ difunde conhecimento dos povos indígenas

 

Vilhena

Soluções em software

Sites modernos e únicos

Desktop

Aplicativos Móveis

Soluções integradas e na nuvem