calendar_today fevereiro 2, 2021 person Portal Maloca mode_comment 0

Procon Amazonas realizou fiscalização em supermercados de Manaus, onde verificou os constantes e abusivos aumentos de preços, principalmente nos alimentos.

O órgão notificou e pediu esclarecimentos à Associação Amazonense de Supermercados (Amase).

Há muito tempo, desde o primeiro pico da epidemia do coronavírus (covid-19), que a população do estado cobrava ações que protegessem os escassos recursos no bolso do amazonense.

O Procon confirma que tem recebido denúncias diárias de consumidores sobre a alta dos preços dos produtos.

Além da associação, o órgão também notificou individualmente os supermercados Assaí, Nova Era, Veneza, DB, Atack, Carrefour, Baratão da Carne, Vitória e Atacadão.

 

Multas

 

Conforme a notificação, a Amase e os supermercados terão 48 horas para apresentar resposta.

Se isso não acontecer ou a resposta seja considerada insatisfatória, a associação e os estabelecimentos poderão ser multados, à luz do Código de Defesa do Consumidor.

Nesse sentido, o diretor do Procon, Jalil Fraxe, prometeu dar uma satisfação à população sobre os responsáveis pelo aumento dos preços.

 

Veja também: Marina Ruy Barbosa lança ideia e Boninho confirma paredão fake

 

“Já identificamos o acúmulo da inflação de 2020 e a subida de preço de alguns alimentos específicos, como grãos e carne bovina, frango e peixe”.

Portanto, segundo ele, se for o caso, vai procurar a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) para coibir essa prática.

 

Foto: João Pedro Sales/Secom

 

Vilhena

Soluções em software

Sites modernos e únicos

Desktop

Aplicativos Móveis

Soluções integradas e na nuvem